| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

FrontPage

Page history last edited by PBworks 15 years, 12 months ago

Projeto Visando a Melhoria da Educação em Nossas Escolas:

 

 

 

Preocupado com o rumo que a educação escolar está tomando, venho através deste documento compartilhar com os interessados da área, mecanismos criados por mim com o intuito de melhorá-la, fazendo com que haja maior interação entre professores, funcionários de escolas e alunos.

 

 

Criação de um núcleo de supervisão escolar regional:

 

Este núcleo será formado por profissionais de nível superior, com qualificação em pedagogia, e psicologia adulta e infantil. Ficará fixado em pontos estratégicos dividindo-se o município em regiões. É como se a SMED fosse descentralizada indo até a escola através de seus supervisores, fazer análise de acontecimentos, e procurando prevenir que novos acontecimentos ruins ao meio educacional aconteçam.

 

Os supervisores deverão visitar as escolas correspondentes às suas regiões, pelo menos três vezes por semana, em seus três turnos, manhã, tarde e noite. O principal objetivo desta supervisão será orientar a direção da escola, bem como o setor de orientação pedagógica e supervisão escolar, quanto a possíveis problemas que possam estar ocorrendo e que estão passando em branco pelos mesmos. O termo fiscalizar neste caso seria o mais correto, pois devemos buscar um padrão escolar comportamental ideal para nossos alunos em rede pública.

Um Supervisor jamais visitará a mesma escola duas vezes na semana, pois se mais olhos olharem a mesma escola, poderão detectar maior número de pontos falhos e desta forma conseguirão corrigi-los com maior eficiência.

 

Os Supervisores dos Núcleos de Supervisão deverão cobrar das escolas os Projetos Políticos Pedagógicos, com o propósito de analisar seus pontos críticos, ajudando em seu planejamento caso se faça necessário.

Os Supervisores discutirão com os professores nas escolas, sobre o comportamento da direção, supervisão, orientadora escolar, e demais funcionários para com os mesmos, bem como para com os alunos da instituição visitada.

 

Os Supervisores dos núcleos ajudarão a direção das escolas a fazer relatórios sobre gastos e investimentos, ou seja, caso existam bens a serem consertados ou comprados, o Supervisor levará o caso ao núcleo de Supervisão, que decidirá a real importância daquele investimento naquele momento, prestando contas sempre a SMED, sobre as decisões a serem tomadas, as quais deverão ocorrer em comum acordo.

 

O comportamento escolar, do professor em sala de aula, bem como dos alunos no recreio, os tipos de músicas ouvidas em ambiente escolar, o palavreado utilizado por quem freqüenta nossas escolas, bem como o comportamento dentro da instituição será observado.

Os livros de atas serão verificados pelo Supervisor do Núcleo, as reuniões pedagógicas ou outras que venham a existir deverão ser acompanhadas de perto por Supervisor do Núcleo.

Caso o Supervisor do Núcleo venha a constatar alguma irregularidade na escola municipal visitada, imediatamente o mesmo relatará por escrito o caso ao líder do Núcleo da Supervisão, que dará prazo para a escola providenciar determinada maneira de solucionar o problema, caso seja com bem material a ser adquirido ou consertado. Se a questão envolver falta de ética ou moral, entre alunos, professores, funcionários ou direção, o assunto deverá ser levado a SMED, que abrirá sindicância para apurar as responsabilidades. Para isto cada Núcleo terá um líder para cada turno de serviço. Este líder arquivará os documentos relacionados aos relatórios dos Supervisores em suas visitas.

 

Alguns assuntos pertinentes aos Supervisores do Núcleo:

 

Observar ao aproximar-se da escola, se o muro ou a tela de proteção utilizada para cercar o prédio, está de acordo com as normas de segurança e limpeza de uma instituição pública.Verificar se o portão de acesso está sendo chaveado e, se o guarda está atento próximo ao mesmo para abri-lo caso seja necessário. Se o guarda está uniformizado, se o uniforme está em boas condições de uso, se o sapato está bem lustrado, com corte de cabelo adequado, barba bem feita, com postura correta, se o atendeu de maneira cordial. O guarda ou vigilante é o ponto de partida para se averiguar se uma instituição está sendo bem administrada ou não, visto que ele é o cartão de visita da escola, a vitrine, a sua porta de entrada.

Verificar se as paredes externas do prédio da escola estão de acordo com as normas de limpeza e cuidados essenciais de um prédio público (principalmente de ensino). Verificar se os recintos internos estão de acordo com as normas de um local de ensino, no que diz respeito à limpeza e conservação.

Verificar o local onde é praticada a educação física se está de acordo com as regras de prevenção de acidentes, se há piso de concreto, se há apenas chão batido, se há pedras (britas) no local que pode machucar alguma criança, se há reais condições de utilização, sem riscos de acidentes, inclusive no recreio. Verificar se as dependências da escola estão limpas. Se a iluminação é suficiente. Enumerar na escola os pontos de iluminação interna e externa de acordo com o tipo de lâmpada utilizado, florescente ou comum, fazer o mesmo com os pontos hidráulicos (saídas d’água), com o propósito de verificar de acordo com o número de vezes que uma lâmpada é trocada, se existe algum curto nas instalações, bem como verificar de acordo com o número de vezes que tal ponto de saída d’água é consertado, se existe possível vazamento. Enumerar a quantidade de tomadas e disjuntores. Enumerar o número de aparelhos eletrônicos existentes na escola, bem como seus pontos fixos e os portáteis.

Verificar se as crianças estão enxergando bem no quadro negro. Verificar a posição das mesas e cadeiras se está de acordo com as necessidades dos alunos.

Verificar se os alunos estão utilizando o uniforme escolar

Verificar o refeitório se está limpo, se as cozinheiras estão utilizando materiais e métodos de higiene no preparo dos alimentos, bem como no servi-los. Verificar se existe ou não desperdício, se a alimentação está sendo acompanhada por nutricionista, se as crianças estão ficando satisfeitas com a alimentação distribuída. Se o tempo para a criança digerir o alimento está sendo respeitado. Se existe alguma alimentação que a maioria não gosta e por isso sobra em demasia, está deverá ser retirada do cardápio e trocada pela nutricionista.

Verificar se as funcionárias da cozinha tratam as crianças com cortesia e educação. Se as crianças aprenderam a agradecer pelo alimento recebido, valorizando-o. Se as crianças respeitam as funcionárias da cozinha e a maneira como se dirigem ao refeitório. Verificar se o professor está ensinando metodologia comportamental às suas crianças.

Verificar se existe organização na entrada para a sala de aula.

Verificar o tom de voz utilizado para conversar com os alunos, por parte da direção, professores e demais funcionários.

Verificar a condição da sala de aula, depois do período de aula realizada.

Verificar se existe número necessário de bebedouros para as crianças se hidratarem, bem como o local onde estão instalados, para que, sejam utilizados sem riscos de atropelos.

Verificar a quantidade de banheiros se está de acordo com o número de alunos e o tamanho dos mesmos. Se existem vasos sanitários próprios para os que estão abaixo dos oito anos, geralmente menores. Se as torneiras estão ao alcance dos mesmos. Se existe sabonete para os mesmos lavarem as mãos, se existe papel higiênico nos banheiros ou se há algum funcionário encarregado de fornecer em pedaços.Se a privacidade dos (as) alunos (as) está sendo respeitada, isto é se existem portas nas divisórias dos vasos sanitários. Se o chão está limpo, se a descarga está sendo utilizada de maneira correta.Verificar a quantidade de ventiladores nas salas de aula, bem como se a maneira com que foram instalados é a ideal para aquelas salas de aula. Verificar se existem exaustores na cozinha, se os botijões de gás estão colocados em concordância com as normas de segurança. Verificar se existem extintores de incêndio no prédio, bem como se estão dentro dos prazos de validade e, se os funcionários sabem utilizá-los em caso de sinistro. Verificar o local onde ficam colocadas, as latas de lixo e, se as mesmas possuem tampas, de maneira a não atraírem insetos para dentro da cozinha ou das salas de aula.

Caso exista atuando dentro da escola algum serviço considerado voluntário, como, por exemplo, uma rádio ou outro serviço de natureza social, verificar se as músicas tocadas estão de acordo com a instituição de ensino, se a altura do som está de acordo com o ambiente escolar, se o funcionário voluntário está trajado de acordo com o local de trabalho, se seu modo de agir e comunicar-se, está de acordo com a instituição de ensino.Não devemos nos esquecer que a criança se espelha nos mais velhos para criar muitas vezes a sua identidade, pessoas que não gostem de estudar, falem muitas gírias, tenham um comportamento não adequado com o local de ensino, não devem ser colocadas neste local, pois descaracterizam o ambiente escolar. Por isso devemos pedir para estas pessoas que melhorem seus comportamentos, evitem falar gírias e coloquem as músicas apropriadas para o momento de laser dos alunos inclusive na educação física ou aula de recreação, sempre com fiscalização da escola e dos Supervisores do Núcleo.

Caso na escola exista tele-centro, local onde a comunidade utiliza os computadores para comunicar-se ou fazer trabalhos e pesquisa, os computadores deverão ser enumerados. A pessoa responsável pelo tele-centro dará prioridade para os professores e alunos em sua utilização. O nome de quem estiver utilizando o aparelho, bem como o número de um documento de identidade caso não seja aluno, será registrado em documento onde constará também o número do computador utilizado e o horário da utilização, para evitar que pessoas mal intencionadas utilizem os mesmos com propósitos ilícitos, bem como que crianças venham a ser corrompida enquanto utilizam as máquinas para acessar a internet, por exemplo.

Cópias destes relatórios deverão ser entregues aos Supervisores de Núcleos, os quais de posse deste material, farão analises sobre o tipo de pessoas que estão freqüentando a comunidade escolar, para tomar medidas preventivas se for o caso, sempre visando zelar pelo bom nome e funcionamento da instituição.

 

Caberá ao Supervisor verificar o livro de relação de visitantes da mesma, no qual deve conter o nome do visitante, hora da entrada e saída, com quem foi falar. Tudo anotado pelo guarda da instituição. Demonstrando que a instituição está organizada e devidamente documentada para qualquer esclarecimento no caso de faltar algum material pertencente à mesma, restringindo ainda o acesso ao local de pessoas mal intencionadas.

O Supervisor de Núcleo, também averiguará a biblioteca, quanto a sua maneira de emprestar livros, suas anotações, bem como os tipos de livros e sua disposição na mesma.O mesmo cabendo para fitas de vídeo, dvds, cds, mapas e outros materiais de pesquisa.A metodologia utilizada na hora do conto, a disposição das mesas e cadeiras, a iluminação, o ambiente em sua sonoridade. Como esta hora do conto acontece, se somente através da leitura, se com teatrinho de fantoches, qual a criatividade da bibliotecária nesta hora, a professora ajuda na efetivação da tarefa? Tudo deve ser analisado visando o melhor aproveitamento do local por parte dos alunos. Será que na hora do conto, não existem outras pessoas executando outras tarefas na biblioteca? Até que ponto isto poderá interferir na aprendizagem dos alunos ali dispostos?

O Supervisor verificará se a escola está agindo conforme as leis vigentes em nosso país no que diz respeito a regras pertinentes. Como isto pode ser possível, exemplo:

Na aula de Educação Física, verificar se quem está ministrando aquele período, está devidamente autorizado para isto, se os órgãos que regulamentam esta profissão, protegidos por lei, permitem que aquela pessoa seja enquadrada também como profissional competente para ministrar aquela aula, sem riscos de seqüelas aos alunos, por esforços físicos em desacordo com o local, o sexo, o peso, acarretando problemas graves de saúde no desenvolvimento do aluno (a).

O Supervisor deverá participar das reuniões de pais e mestres, da escola, para avaliar se realmente ocorre um bom relacionamento entre ambas as partes. Visto que deste relacionamento depende boa parte da aprendizagem dos alunos (as). O pai deve ser consultado sobre o modo de agir de seu filho em determinadas ocasiões, bem como deve ser utilizado como companheiro na hora de ajudar seu filho na aprendizagem, designando ao mesmo, limites, horários para elaboração de temas de casa, etc. tudo visando à freqüência e a melhora de aprendizagem de seu filho na escola. Um filho não deve ser apenas trazido para a escola, ele deve ser acompanhado dia-a-dia, com o intuito de ajudá-lo cada vez mais a vencer desafios preparando-o para a vida em sociedade.

Verificar ao sair se todos os funcionários da escola estavam vestidos de maneira correta, segundo as normas da secretaria da educação do município, se o comportamento dos mesmos, entre si e para com os demais estava dentro dos padrões de educação pertinentes a um estabelecimento educacional.

 

 

Nos dias atuais, onde com certeza a democracia deve permanecer, nem sempre nos deparamos com pessoas merecedoras de votos por parte da população que as elegeu.

O cargo de direção de uma escola pública pode parecer algo insignificante perante a comunidade, mas é de suma importância para o crescimento intelectual de seus indivíduos, os quais dependendo do tratamento obtido na instituição, decidirão a maneira de portar-se dentro da mesma. Podendo está transformar-se em um modelo de educação a ser seguido por várias outras instituições, ou um local onde os pais deixarão seus filhos, apenas por não encontrarem outra opção próxima de suas residências, algo que só vem entristecer mais aqueles que realmente querem uma educação com qualidade. Baseado nisso, redigi este projeto, visando realmente transformar todas as escolas em locais dignos de serem chamados de estabelecimentos de ensino. Existem instituições, onde por mais distantes que sejam umas das outras, as pessoas tendem a adotar um comportamento melhor ao adentrarem nas mesmas. Isto ocorre com os museus, com as bibliotecas públicas, com os teatros, com as igrejas, com os cinemas, etc... Estou ciente de que se uma pessoa muda seu modo de agir ao entrar nestes locais, é devido à demonstração de limpeza e organização que os mesmos possuem, que inibem por parte daquelas pessoas acostumadas a menosprezar as coisas públicas, sua vontade em depredá-las ou agir em desacordo com o ambiente onde estão inseridos. Se isto ocorre nestes locais, com os mesmos alunos que freqüentam nossas escolas, no mínimo isto quer dizer que o modelo de escola que estamos apresentando a nossa comunidade não permite que a mesma a respeite como deveria ser respeitada. Num mesmo bairro onde uma igreja e uma escola vizinham-se, a igreja recebe a mesma comunidade, com respeito, ela pinta, ajuda a cuidar, traz flores, reza, respeita quem está falando lá na frente, seja padre ou frei, seja um membro da comunidade fazendo uma leitura. Também na hora da catequese os mesmos alunos da escola ali estão inseridos, mas ao contrário do modo de agir em sala de aula, cantam suas músicas ou hinos sacros, rezam ou oram, entram ordenadamente e saem do mesmo modo. A professora muitas vezes não possui um grau de estudo elevado, mas através do local onde está sendo ministrada a aula, os alunos sentem-se na obrigação de respeitá-la, pois caso contrário podem estar cometendo pecado, ou estragando um imóvel tão organizado e limpo.

Quando a escola vizinha desta igreja adotar o mesmo critério de organização e limpeza, os alunos sentirão a mesma vontade de comportar-se dentro da mesma e o ensino poderá ser melhor, fornecido a quem vem buscá-lo com tanto sacrifício.

Este é o projeto que transcrevi e, que trago à sua presença para que o aprecie e dê se possível sua sugestão, sobre os pontos que achar melhor que sejam alterados.

Sem mais para o momento, subscrevo-me com apreço:

 

 

 

 

 

MARCOS S. MARTINS

 

Fone. 30437378

 

Este documento foi entregue na SMED – Gravataí, no dia 09 de abril de 2007.

 

 

 

 

Gostaria de homenagear neste espaço: as professoras que ministram aulas no I.E.E. Princesa Isabel, no curso de magistério, principalmente o pós-médio, o qual cursei e onde aprendi muita das verdades que trago comigo hoje, onde procuro aprender cada vez mais com o propósito de engrandecer ainda mais aqueles que me ajudaram a chegar até aqui, diretora da instituição, Professora América, Supervisora de Ensino Professora Maria Alice, Supervisora de estágio Professora Aida, bem como todas as professoras (es) do meu curso de magistério: Adriana, Dayany, Elsia, Glauber, Karen, Lidiani, Márcia e Nadir. Muito obrigado por tudo.

 

 

 

 

Minhas espectativas em relação ao PEAD são as melhores possíveis. Espero que através deste curso, eu consiga entender melhor os alunos, bem como a maneira correta de ensiná-los a desenvolver suas habilidades.

O mundo precisa de pessoas preparadas, com reais condições de prestar bons serviços, principalmente na área da educação onde todo dia surgem coisas novas. Precisamos nos atualizar cada vez mais para conseguirmos chegar de maneira correta ao objetivo. Abrir a mente do jovem para a aprendizagem de maneira sadia. A final é preciso correr contra o tempo e a internet veio de encontro a este novo momento onde o futuro está a nosso alcance em um clic.

[http://marcosschillingmar.blogspot.com

http://marcosschillingmar.pbwiki.com/f/1_Honda_Asimo_principal_2006117172712.jpg

https://www.ead.ufrgs.br/rooda/webfolio/abrirArquivo.php/Usuarios/22644/Disciplinas/2081/memorial_versao_2_marcossmartins.doc

 

Comments (2)

Anonymous said

at 11:19 pm on Jun 11, 2007

OI querida !
Boa construção... Vamos em frente... aprendendo cada vez mais... e trocando experiências, dificuldades, conquistas, para nos enriquecermos de conhecimentos.
Qualquer dificuldade na construção do mesmo, contate. É muito bom poder conhecê-la melhor, nem que seja por meio de um wiki :).. Mesmo virtualmente estou presente... beijos Dai

Anonymous said

at 1:49 am on Jun 21, 2007

Querido aluno Marcos, visitei novamente a tua atividade 3 no webfólio (Minha Sala de Aula), no meu ponto de vista, é Excelente o teu trabalho a descrição tem clareza e objetividade o gráfico apresenta dados da pesquisa interessantes com a faixa etária mais nível escolar,só tenho que parabenizá-lo pelo desempenho. Um grande abraço. Geny schwartz


You don't have permission to comment on this page.